Fustigado, desde a chegada ao mercado, pelas sucessivas notícias de chamadas às oficinas, para reparação de problemas congénitos, ou seja, de origem, o Lamborghini Levante, primeiro SUV da história da marca do tridente, decidiu tentar recuperar um pouco da imagem, submetendo-se a um teste invulgar: uma corrida no campo, contra um cavalo de corridas.

O desafio, levado a cabo perto de Liverpool, precisamente durante o fim-de-semana que decorreu aquela que é a mais famosa corrida de cavalos em Inglaterra, a England’s Grand National, foi colocado em prática por dois irmãos, de nome Skelton – um dos quais, Dan, é não só juiz nesta prova equestre, como embaixador da Maserati; ao passo que o outro, Harry, disputa a Grand National como jockey.

[jwplatform AydHchBq]

Com Dan Skelton aos comandos dos cavalos (de potência) do Levante e Harry Skelton agarrado às rédeas do equídeo Dinnie O, a verdade é que nem mesmo o piso um pouco enlameado de Cotswolds, no sul de Inglaterra, impediu o Maserati de, com os 274 cv, recuperar um pouco do ânimo e honra. Mais o primeiro que o segundo. Com a Maserati a destacar o facto de, mesmo com o Levante a ter de cumprir um trajecto mais longo que o cavalo, num piso que qualifica de “difícil todo-o-terreno” (não conseguimos descortinar onde…), o SUV italiano ter conseguido chegar primeiro à meta.

Agora, se isso será suficiente para fazer esquecer os quatro recalls em quatro meses de comercialização, já temos um pouco mais de dúvidas…