A polícia norueguesa fez explodir este sábado à noite, de forma controlada, um objeto que era “semelhante a uma bomba”. O objeto foi encontrado no bairro de Gronland, no centro de Oslo, tendo a explosão acontecido já depois da meia-noite deste sábado.

Segundo fontes da polícia, citadas pela BBC, a explosão controlada acabou por ser “mais sonora” do que o barulho que os explosivos teriam provocado se tivessem sido detonados. Ainda assim, toda a área circundante à ponte onde o objeto foi encontrado foi fechada para evitar a aproximação da população.

Um suspeito foi entretanto detido, e está sob custódia para ser interrogado, mas prossegue a investigação para apurar as motivações do suposto ataque que acabou por não acontecer.

A explosão controlada pela polícia acontece precisamente um dia depois de um camião ter atropelado propositadamente várias pessoas em Estocolmo, capital sueca, matando quatro e ferindo 15. Foi o pior ataque terrorista na Escandinávia desde o mortífero ataque do radical de extrema-direita Anders Breivik, que matou 77 pessoas na Noruega em 2011.

Segundo a polícia o dispositivo encontrado esta madrugada de sábado em Oslo não era capaz de provocar grandes estragos, mas foi aberta uma investigação.