Desde que foi anunciada uma nova geração do modelo de topo da Opel que se sabia que a gama não iria dispensar uma variante ainda mais polivalente, na forma de uma carrinha com aptidões para circular por outros pisos que não o alcatrão. Agora, a Opel decidiu revelar a nova Insignia Country Tourer, fazendo ainda saber que a sua comercialização iniciar-se-á em Setembro, imediatamente após a estreia oficial em público no Salão de Frankfurt.

Atributos do modelo são, desde logo, todos os já conhecidos da Insignia Sports Tourer convencional, em domínios como a tecnologia, a segurança, a conectividade, o espaço interior ou a capacidade da mala. A que se junta aquela aparência mais aventureira típica deste género de proposta, assegurada pelas várias protecções da carroçaria (pára-choques, guarda-lamas, embaladeiras) e pelas jantes de desenho específico.

Para cumprir com a sua vocação, a nova Insignia Country Tourer conta, também, com uma altura ao solo aumentada em 20 mm, de forma a poder enfrentar com outro à vontade os percursos fora de estrada. Ao mesmo tempo, será proposta com tracção dianteira ou integral permanente com vectorização de binário, com suspensão convencional ou dotada do sistema de amortecimento pilotado FlexRide. E com caixa manual de seis velocidades ou automática de oito relações.

Alargada promete ser a escolha de motores, pese embora a Opel não tenha ainda revelado quais as unidades motrizes disponíveis para a sua nova criação. Mas faz saber que a Insignia Country Tourer terá a seu cargo a estreia de um motor biturbo que se situará no topo da sua oferta diesel, seguramente capaz de oferecer uma potência na ordem dos 200 cv.