A agência de polícia europeia, a Europol, assinou esta terça-feira um acordo de cooperação com o Brasil para lutar contra a criminalidade internacional relacionada com tráfico de drogas, tráfico de seres humanos, cibercrime e lavagem de dinheiro. O acordo foi assinado pelo diretor-geral da polícia brasileira (BFP), Leandro Coimbra, e o seu homólogo da Europol, o britânico Rob Wainwright.

Os termos do documento, noticiou esta terça-feira a agência espanhola EFE, indicam que ambas as autoridades vão passar a trocar informação estratégica, com a exceção de dados pessoais, protegidos por uma normativa europeia. O acordo também permitirá a criação de uma oficina da Europol no Brasil.

O Brasil tem acordos de extradição com 24 países – entre os quais Portugal, Espanha, França, Itália, Bélgica e Reino Unido – bem como com uma organização de países, o Mercosul. Não tem acordo de extradição com a União Europeia.