Arturo Di Modica é o artista responsável pela estátua em bronze do touro gigante, que simboliza o ‘bull market’ (quando os mercados bolsistas estão em alta), sediado junto à Bolsa de Nova Iorque. A 8 março, na comemoração do Dia da Mulher, uma outra estátua foi colocada mesmo à sua frente: a “menina sem medo”, que ficou tão popular que vai lá ficar por mais um ano. Mas, o artista da primeira estátua reclama agora que a estátua da menina viola os seus direitos artísticos, conta o The Guardian.

Para Arturo Di Modica, isto é tudo um truque publicitário que está a violar os seus direitos enquanto criador artístico. A sua acusação não vai apenas para a estátua, mas para toda a cidade de Nova Iorque que, alega o artista, permitiu que a estátua da menina fosse colocada em frente à sua “besta de bronze” sem a sua permissão. Segundo o escultor italiano, a presença da menina viola os seus direitos de autor, porque muda a dinâmica criativa original da estátua.

O grande touro de bronze de Wall Street encara ‘a menina sem medo, em Nova Iorque. (Photo by Drew Angerer/Getty Images)

O advogado de Arturo, Norman Siegel, conforme explica o The Guardian, afirmou que iria prestar uma entrevista coletiva onde explicará exatamente qual o seu intuito em desafiar as autoridades municipais que emitiram a autorização para que a menina ficasse até 2018 no local onde está. Norman terá explicado ao jornal que irá pedir os documentos para que seja verificado o procedimento legal utilizado.

Da autoria de Kristen Visbal, a “menina sem medo” foi colocada em Wall Street no dia 7 de março, um dia antes da comemoração do Dia Internacional da Mulher, e pretendia mostrar algo bem específico: existem poucas mulheres nos conselhos das maiores corporações dos Estados Unidos. A estátua da menina olha e encara, com atitude destemida, o grande touro de Wall Street. A estátua rapidamente se tornou num marco turístico, atraindo imensos visitantes. Em resposta a este acontecimento, Bill de Blasio, o ‘mayor’ da cidade, afirmou que a estátua ficaria no mesmo lugar durante mais um ano.