Félix Ramón Guirola Cepero foi o homem que construiu uma das bicicletas mais altas do mundo: com mais de três metros de altura. Para a construir, utilizou quase tudo o que podia, desde cercas de estanho a tubos de PVC. Ramón, com 52 anos, para além de construir a bicicleta mais alta, anda nela como se tivesse 12 anos apenas. Quem o conta é a BBC.

Ramón não é apenas o mais rápido de todos a pedalar, mas também o mais alto, pois bem. Quando sai na sua bicicleta, todos olham para ele com espanto. Vizinhos e turistas. Em Cuba, já é famoso. E a fama deve-se à construção das bicicletas mais altas de Cuba.

Ele só pensa em bicicletas”, disse a mulher de Ramón à BBC, em tom de brincadeira. “Bicicletas, bicicletas, bicicletas. É uma obsessão.”, prosseguiu.

O homem, de 52 anos, constrói as bicicletas numa oficina, em sua casa. Lá perdidas, tem cinco. Mas Ramón ainda não está satisfeito e admite que gostava de ter acesso a materiais mais leves, como o alumínio ou a fibra de carbono, para conseguir construir bicicletas ainda mais “incríveis”. Foi há 37 anos que Ramón começou a construir este tipo de bicicletas.

Em cima da minha bicicleta eu consigo apanhar cocos”, brincou o homem.

Mas a incrível história de Ramón não se fica por aqui. O seu sonho não era apenas o de construir bicicletas, mas também o de viver nos EUA. Para tal, tentou por quatro vezes fugir de barco. Mas, a única consequência que enfrentou foram 21 anos de prisão. Ainda assim, não desistiu das bicicletas e, mesmo estando na prisão, “andava todos os dias”.

Nos últimos dois anos, Ramón tem-se focado em conseguir entrar para o recorde do Guinness. Está tão focado que a sua próxima meta é construir uma bicicleta de 10 metros de altura.