Morreu uma das mulheres atacadas por Pedro Dias em Aguiar da Beira em outubro do ano passado, confirmou ao Observador a administração do Hospital da Guarda. Liliane Pinto esteve internada na Unidade de Neurocirurgia do Hospital de Viseu e foi transferida, em janeiro, para a Unidade de Cuidados Paliativos do Hospital de Seia. era a única sobreviventes deste ataque.

O estado de saúde de Liliane tinha piorado esta manhã, por isso foi transferida para a Unidade de Neurocirurgia do Hospital de Viseu onde acabou por morrer. Tinha 27 anos.

Liliane ficara em estado muito crítico devido a um traumatismo crânio-encefálico depois de Pedro Dias a ter abordado e ao marido, Luís Pinto, na Estrada Nacional 229. Os dois seguiam de carro para uma consulta de fertilidade em Coimbra. Pedro Dias atacou o casal, matando Luís no local e deixando Liliane inconsciente com um tiro no pescoço e várias pancadas na cabeça.

O julgamento de Pedro Dias pelos crimes cometidos em Aguiar da Beira começou no passado mês de março.

Julgamento de Pedro Dias junta uma centena de pessoas. “Quero ver a cara que ele traz”