O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano disse nesta sexta-feira que a situação na península coreana está num “círculo vicioso” e que os comentários “agressivos” do Presidente dos EUA, Donald Trump, no Twitter estão “a causar problemas”.

Em entrevista exclusiva à Associated Press, Han Song Ryol disse que não é a Coreia do Norte, mas sim os Estados Unidos e o Presidente Donald Trump que estão “a causar problemas”.

“Trump está sempre a fazer provocações com as suas palavras agressivas… Não é a Coreia do Norte, são os Estados Unidos e Trump que estão a causar problemas”, disse.

Han Song Ryol disse que Pyongyang não vai “ficar de braços cruzados” face a um ataque preventivo dos Estados Unidos. O Presidente norte-americano, Donald Trump, classificou na sexta-feira a Coreia do Norte como um “problema” que “será tratado”.

Donald Trump abordou a situação na Coreia do Norte depois de os Estados Unidos terem largado uma bomba não-nuclear no leste do Afeganistão, o mais potente dispositivo convencional do arsenal norte-americano.

“A Coreia do Norte é um problema, o problema será tratado”, afirmou Donald Trump.

Já na terça-feira, Trump tinha escrito um comentário idêntico no Twitter. “A Coreia do Norte está à procura de problemas. Se a China decidir ajudar, será ótimo. Se não, iremos resolver o problema sem eles! Estados Unidos da América”, escreveu o chefe de Estado norte-americano na sua conta pessoal daquela rede social.

As tensões aumentaram com o envio pelos Estados Unidos de um porta-aviões para as águas ao largo da península e com os exercícios conjuntos dos norte-americanos com a Coreia do Sul, descritos como os maiores de sempre.

Pyongyang lançou recentemente um novo míssil balístico e especialistas dizem que o regime norte-coreano poderá realizar outro teste nuclear virtualmente a qualquer hora.