Dark Mode 135kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

F8. Bem-vindos ao futuro do Facebook

O primeiro dia da conferência F8 trouxe novidades para o Messenger e para a Realidade Aumentada. O Facebook aponta as baterias para as câmaras, mas também para os negócios.

A realidade aumentada e o Messenger foram o grande destaque no primeiro dos dois dias da conferência F8, que teve início esta terça-feira em São José, Califórnia. O Facebook centra cada vez mais a experiência dos utilizadores na imagem, mais concretamente nas câmaras dos smartphones (e nas dos dispositivos que vierem a existir no futuro), aponta baterias para os negócios e para a Inteligência Artificial (IA).

A conferência F8 é dedicada aos developers e permite ter um primeiro contacto com as novidades estratégicas que antecipam o futuro da rede social. O Messenger já ganhou o seu lugar no público como uma grande plataforma de comunicação – é atualmente utilizada por 1.2 mil milhões de pessoas – e o Facebook quer vincar ainda mais essa posição.

Uma das estratégias passa por anular a concorrência, entenda-se, o Snapchat. Para isso, foram apresentadas novas ferramentas que vão permitir aos programadores de todo o mundo desenvolver aplicações de Realidade Aumentada (imagens artificiais que se sobrepõem ao mundo real). Depois, os bots (programas autónomos), que já existiam na aplicação para automatizar algumas tarefas, mas o principal objetivo agora é facilitar ainda mais a comunicação entre as empresas e os clientes.

As novidades do Messenger

“Achamos que o Messenger é uma espécie de nova sala de estar virtual, onde as pessoas podem relaxar, partilhar, conversar, jogar ou comprar coisas, mas com a possibilidade de se manterem em contacto com todos independentemente do sítio onde estão”, lê-se no comunicado da rede social. Depois da introdução das stories foram apresentadas novas funcionalidades mais focadas na comunicação:

  • Discovery – O separador discovery foi criado para que as pessoas possam aceder rapidamente à informação profissional. Vai estar disponível, para já, apenas para algumas pessoas nos EUA e vai permitir que os utilizadores acedam aos bots utilizados recentemente, a experiências que estejam a ser populares e ainda permite pesquisar por qualquer tópico livremente.
  • Códigos do Messenger – a aplicação já possui um código QR associado a cada perfil. No F8, foi introduzida uma nova funcionalidade associada a esta tecnologia. Vai ser possível, através do código QR, saber se determinada pessoa está num jogo, num concerto ou apenas para saber mais sobre determinado bot.
  • Extensões – Novas extensões foram adicionadas à plataforma de comunicação e vão agora permitir que várias pessoas possam conversar em simultâneo com uma empresa. Também a música não foi deixada de parte e vai haver novas extensões que vão permitir partilhar conteúdo, através de bots, de serviços como o Spotify e o Apple Music (mais tarde). Outros serviços como o TheScore, Open Table, Food Network, NBA, Wall Street Jounal e Kayak vão ter uma extensão dedicada, com outras a serem implementadas brevemente.
  • M – O Assistente Virtual do Facebook Messenger, o M, vai começar agora a apresentar sugestões de palavras nas conversas do utilizador. Nesta funcionalidade surgem também propostas de stickers, lembretes para reuniões ou eventos e sugestões de pagamento facilitado dentro da aplicação (que ainda só funciona nos EUA). Através de uma análise constante da conversa, o M pode sugerir lugares para comer, quando a conversa é sobre esse tópico, ou mesmo encomendar uma refeição através do serviço delivery.com.
  • Novas maneiras de jogar – a introdução de jogos no Messenger permite uma maior interação entre os utilizadores e, em breve, será ainda mais fácil desafiar um amigo. Disponível já para algumas pessoas nos EUA, um separador dedicado aos jogos vai permitir escolher o desafio e o amigo com quem quer jogar, diretamente da página inicial.
  • Respostas inteligentes automáticas para as páginas – pode ser complicado gerir um grande número de mensagens num negócio que esteja presente no Facebook, mas isso passará a ser mais simples com a introdução de respostas automáticas às perguntas mais frequentes: horários de funcionamento, direções para o local, contactos, etc.

A realidade aumentada começa na câmara

O Facebook está dedicado a avançar no mundo da realidade aumentada e, como Mark Zuckerberg disse no F8, “a câmara é a primeira plataforma mainstream de realidade aumentada”. As pessoas já a utilizam para escrever nas imagens, para aplicar filtros nas caras e, até mesmo, objetos digitais e foi a pensar nestas funcionalidades que a empresa apresentou a Camera Effects Plataform.

Com esta ferramenta, os developers vão poder construir ferramentas de realidade aumentada para a câmara do smartphone. Vão existir dois produtos: Frames Studio e AR Studio, sendo que o primeiro serve para criar novas molduras que podem ser utilizadas na imagem de perfil e o segundo é mais focado na criação de filtros e máscaras para serem aplicados na câmara e nas imagens.

Facebook Spaces

O novo espaço virtual desenvolvido para a plataforma dos Oculus Rift, tem o objetivo de transportar o utilizador para um espaço virtual onde poderá interagir com os amigos num formato diferente do que conhecemos até aqui. Vídeos em 360º, fotografias que podem ser utilizadas para nos transportar para novos locais, desenhar em qualquer espaço e realizar uma chamada de vídeo no ambiente virtual são algumas das funcionalidades que vão estar disponíveis.

O facto de estarmos num mundo virtual não impede que tenhamos um comportamento diferente do real. Os selfie sticks não foram esquecidos e, no Facebook Spaces, o utilizador poderá tirar uma selfie com os amigos virtuais para partilhar na rede social.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.