As primeira unidades dos novos smartphones topo de gama da Samsung, os Galaxy S8 e S8 Plus, começaram a ser distribuídas na Coreia do Sul aos consumidores que tinham feito a pré-reserva do equipamento. Rapidamente o smartphone começou a dar que falar mas não pelas melhores razões, uma vez que alguns utilizadores se queixam de que o ecrã do equipamento tem um tom avermelhado. A Samsung está a par da situação e indica que é uma questão de ajustar as definições do equipamento.

Os ecrãs OLED utilizados pela Samsung permitem ter cores mais saturadas e maiores contrastes e, nestes novos smartphones, a empresa optou por utilizar aquilo a que chamaram “ecrãs OLED com vermelhos carregados” para obterem resultados mais vibrantes e realistas, mas ainda não se sabe se o problema poderá vir desta característica.

A Samsung já comentou a situação e referiu que os ecrãs adaptativos OLED têm a capacidade de ajustar o tom de forma a produzir imagens mais quentes ou mais frias consoante o ambiente em que o utilizador se encontra e que isto pode levar a uma certa distorção da cor real. Acrescentou ainda que este problema reportado pelos utilizadores não é um defeito mas sim uma questão de ajustes nas definições.

Segundo o site Android Authority, uma fonte anónima oficial da Samsung indica que poderá ter havido pouco tempo para a empresa ajustar o balanço de cores devido à procura elevada pelo equipamento.

Na Coreia do Sul alguns utilizadores receberam um equipamento de substituição após se terem queixado da situação nos centros de reparação da fabricante.