Já foi reivindicado pelo Estado Islâmico. O ataque terrorista desta noite de quinta-feira provocou um morto e dois feridos. As vítimas eram polícias que se encontravam nos Campos Elísios no momento do tiroteio.

O atacante abatido no momento já era conhecido das autoridades anti-terroristas, estando identificado como extremista.

Paris aparece novamente em grande destaque nas capas dos jornais de sexta-feira de todo o mundo, pelas piores razões, e a apenas três dias da primeira volta das eleições presidenciais.