A ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica) já encerrou 80 estabelecimentos nos primeiros três meses do ano o que, juntando os fechos nos últimos dois anos, dá uma média de quase um encerramento por dua. Os motivos que mais vezes levam a Autoridade a fechar estabelecimentos são a falta de higiene e o incumprimento de regras, avança o Jornal de Notícias.

Desde 2015 já foram encerrados 747 estabelecimentos de restauração e bebidas e, por ano, são multados, em média, 2.700 estabelecimentos. Contas feitas, a ASAE encerra um estabelecimento desta natureza por dia. Os encerramentos levados a cabo não têm em conta, contudo, os nove restaurantes que já foram encerrados em Fátima no âmbito da Operação Centenário das Aparições.

Ao JN, uma fonte da ASAE diz que se verifica “uma tendência de decréscimo das infrações relacionadas diretamente com a área da segurança alimentar”. Há antes “um aumento do número de infrações relativas à área económica”, que diz respeito, por exemplo, à afixação de avisos obrigatórios e apresentação do livro de reclamações.

Destacam-se nas principais infrações registadas “o incumprimento dos requisitos de higiene” ou “das cozinhas” e “a falta de implementação de um plano de Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos (HACCP)”. Em 2016 foram encerrados 297 estabelecimentos, menos 73 do que em 2015.