Mais um exemplo de camaradagem no desporto que está a dar que falar. Desta vez, foi na maratona de Londres, que ocorreu este domingo.

A escassos metros de concluir a corrida, Matthew Rees, do Swansea Harriers Athletics Club, parou para ajudar um outro atleta, David Wyeth dos Chorlton Runners, que estava a sentir-se mal, lê-se na CNN.

Nos vários vídeos do momento, é possível ver Rees a agarrar David que mal se conseguia manter em pé. Ao mesmo tempo, o atleta do Swansea parece estar a incentivar o colega a terminar a prova. E foi precisamente isso que aconteceu: com a ajuda de uma outra pessoa — que parece ser alguém da organização –, David foi levado por Matthew até à meta.

Uma atitude louvada não só no local como na internet, em particular pela organização da Maratona de Londres, que publicou um vídeo e uma fotografia com as legendas: “É isto que caracteriza a #MaratonadeLondres” e “Matthew Rees, dos @SwanHarrierDev, acabaste de resumir tudo o que torna a @MaratonadeLondres especial. As nossas saudações”.

O clube de Matthew aproveitou para agradecer as mensagens de apoio: “Obrigada a todos pelo incrível fantástico apoio. O [Matthew] é uma inspiração. Foi um dia excelente para o clube”

Mais de 40 mil atletas participaram na Maratona de Londres. A corrida de cerca de 42 quilómetros começou em Greenwich Park e terminou perto do Palácio de Buckingham. Os Duques de Cambridge, William e Kate, e o príncipe Harry também marcaram presença na corrida: estiveram a incentivar e a distribuir água aos atletas.

Os Duques de Cambridge, William e Kate, e o príncipe Harry (Fotografia de Chris Jackson/Getty Images)