A Polícia Judiciária do Porto está a investigar um caso em torno do Feirense-Rio Ave, encontro a contar para a 20.ª jornada da Primeira Liga que terminou com o triunfo dos visitados por 2-1, por haver suspeita de viciação de resultados. Nesse sentido, de acordo com o Correio da Manhã, foi identificado um cidadão de nacionalidade chinesa que terá apostado 100 mil euros poucas horas antes do início da partida.

Na altura, a 6 de fevereiro, e por causa do volume de dinheiro em causa, o Placard decidiu suspender as apostas do jogo. “O evento 105 foi suspenso. A apostas no evento encontram-se suspensas em todos os tipos e prognósticos”, explicou a Santa Casa em comunicado. Também a Betclic e a Bet.pt decidiram cancelar as apostas nesse dia. Quem já tinha feito antes do cancelamento as apostas recebeu o que ganhou.

Apostas no Placard para o Feirense-Rio Ave suspensas por suspeita de combinação de resultados

Segundo o jornal, o cidadão identificado terá feito várias apostas em simultâneo na Póvoa do Varzim. A PJ aponta para um possível esquema transnacional, com a maioria das apostas a serem originárias da China. A combinação seria depois feita por alguns intermediários de nacionalidade portuguesa. Ainda assim, não existe mais nenhum arguido envolvido neste processo em específico.

Feirense venceu Rio Ave por 2-1 na 20.ª jornada, com golos de Platiny e Karamanos (Gonçalo Paciência reduziu aos 90′)