A chefe da diplomacia da Venezuela advertiu, na terça-feira, que o país vai retirar-se da Organização dos Estados Americanos (OEA) caso o bloco realize uma reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros sem o aval de Caracas.

“Caso se realize uma reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da OEA que não conte com o aval, com o consentimento do Governo da Venezuela, tenho instruções do chefe de Estado, Nicolás Maduro, para iniciar o procedimento de retirada da Venezuela desta organização”, afirmou Delcy Rodríguez.

Em declarações ao canal estatal VTV, a ministra dos Negócios Estrangeiros venezuelana assinalou que Caracas rejeita o que tenha que ver “com a atuação da OEA na Venezuela” depois de ter tomado conhecimento de que “um grupo de governos fez uma convocatória para uma reunião extraordinária do Conselho Permanente”, a qual estará prevista para esta quarta-feira.