Audi

Campanha publicitária ao Audi Q5 “arrasa” BMW X3

Na Europa sob uma espécie de pacto de não-agressão publicitária, a verdade é que, nos EUA, a rivalidade entre marcas pia bem mais fino. Basta ver a forma como a Audi e o Q5 trataram o "pobre" BMW X3.

Autor
  • Francisco António

Consciente da liderança que o rival BMW X3 actualmente detém entre os SUV compactos do segmento premium, a divisão norte-americana da Audi decidiu descalçar as luvas de pelica e, através de uma campanha publicitária (também) centrada no adversário de Munique, desferir alguns ataques contra o X3, destacando as diferenças e qualidades da proposta de Ingolstadt. Sendo que é caso para dizer: “Não foram nada meigos, não senhor!”

Nesta campanha publicitária, criada – voltamos a referi-lo – especificamente para o mercado norte-americano, onde o chamado “politicamente correcto” não tem tanto peso quanto na Europa, a marca dos quatro anéis faz questão não só de salientar as diferenças no seu novo Q5 face ao BMW X3, como também de demonstrar a potencial superioridade do Audi, em outros aspectos.

Apesar de, no mercado americano, a rivalidade entre alemães envolver também o novo Mercedes-Benz GLC, a verdade é que o fabricante de Ingolstadt prefere apontar baterias àquele que, apesar de há mais tempo em comercialização, continua a ser o SUV compacto premium mais procurado nos EUA. Facto que, só por si, faz do X3 o alvo preferencial em campanhas publicitárias como estas. Que, ao contrário do que se passa na Europa, não deixam de primar, inclusivamente, pela confrontação directa.

Não acredita? Então, o melhor mesmo é ver os vídeos…

Prémios Auto 2017 Observador - A escolha dos portugueses

Coube-lhe a si decidir e está decidido. As votações para eleger os melhores automóveis introduzidos no mercado em 2017 estão oficialmente fechadas. Confira aqui os finalistas em cada uma das categorias. Dia 19 há festa (e você vai fazer parte dela).

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carroVer finalistas
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site