O Dia Mundial da Dança, que se assinala no sábado, vai ser celebrado com a realização de espetáculos, aulas e oficinas para o público de norte a sul do país.

O Dia Mundial da Dança foi instituído em 1982 pelo Conselho Internacional da Dança (CID), entidade criada sob a égide da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). A data foi escolhida para recordar o nascimento do coreógrafo francês Jean-Georges Noverre, um dos pioneiros da dança moderna.

Por todo o país, grupos de dança, escolas e associações realizam espetáculos e oficinas para o público em geral, com o objetivo de festejar uma arte cuja universalidade é destacada pelas instituições internacionais.

Em Lisboa, no Teatro Maria Matos, a bailarina e coreógrafa Leonor Keil apresenta o seu primeiro solo para crianças dos três aos cinco anos, intitulado “Bianca Branca”. De acordo com o teatro, além desta apresentação, para celebrar o Dia Mundial da Dança, será feita uma “Sessão Descontraída” para públicos com necessidades especiais.

Na Amadora, também no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Dança, a Quorum Academy estreia o espetáculo do Projeto Quorum entre 28 e 30 de abril, às 21:30, nos Recreios da Amadora. O Projeto Quorum funciona como uma companhia de dança e tem como missão incentivar e formar alunos com aptidão para a dança que tenham objetivos ao nível profissional.

Em Braga, no Theatro Circo, a data é assinalada com o espetáculo “La Exforma”, um solo de dança do coreógrafo e performer espanhol Javier Martín. Trata-se de um solo de improvisação que atravessa as formas de dança em busca de uma linguagem espacial não linear, marcando a estreia de Javier Martín em Portugal.

Por seu turno, a coreógrafa Vera Mantero vai estrear uma nova peça de dança, intitulada “Pão Rico”, sobre a descaracterização do litoral algarvio, no Cine-Teatro Louletano, em Loulé.

Em Alcácer do Sal, na Discoteca AK, estão previstas danças de salão, dança contemporânea e Hip Hop, para comemorar o Dia da Dança, numa organização da Câmara Municipal de Alcácer do Sal. Em Vila Real, a Kale Companhia de Dança apresenta “Heterotopia”, coreografia de Eldad Ben-Sasson, com música de Érik Satie e interpretação de Dinis Santos.