O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta segunda-feira estar disposto a reunir-se com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, “mediante as circunstâncias adequadas”. “Se para mim fizer sentido encontrar-me com ele, eu terei, com toda a certeza, a honra de o fazer”, disse Donald Trump numa entrevista hoje à Bloomberg News, numa altura em que sobe a tensão em relação a Pyongyang por causa de uma alegada preparação de um teste nuclear.

“Estou a dizer-lhe que, com as condições certas, eu estou disposto a encontrar-me com ele”, sublinhou a propósito de Kim Jong-un.

O último encontro entre altos dirigentes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte remonta a 2000, quando a então secretária de Estado norte-americana Madeleine Albright, na presidência de Bill Clinton, se reuniu com Kim Jong Il, pai do atual líder norte-coreano, Kim Jong-un.

Desde que chegou ao poder em 2011, Kim Jong-Un nunca se encontrou com qualquer dirigente político estrangeiro.