O Presidente da República condecorou nesta segunda-feira, postumamente, por proposta do primeiro-ministro, o antigo dirigente do Bloco de Esquerda Miguel Portas com a grã-cruz da Ordem da Liberdade, no dia do seu aniversário, passados cinco anos da sua morte.

A informação foi avançada à agência Lusa por fonte da Presidência da República, que disse que Marcelo Rebelo de Sousa “condecorou, sob proposta do primeiro-ministro [António Costa], o doutor Miguel Portas, com a grã-cruz da Ordem da Liberdade”. “Essa condecoração ocorre no dia do seu aniversário, passados cinco anos sobre o falecimento”, assinalou a mesma fonte.

Miguel Portas, o primeiro eurodeputado eleito pelo Bloco de Esquerda, morreu no dia 24 de abril de 2012, poucos dias antes de completar 54 anos, num hospital de Antuérpia, na Bélgica, vítima de cancro.