O secretário-geral da NATO manifestou-se esta quarta feira seguro de que a cimeira de líderes da Aliança Atlântica de 25 de maio, em Bruxelas, a primeira na qual participará o presidente norte-americano Donald Trump, enviará “uma mensagem muito forte sobre a unidade transatlântica”.

“Vamos ter uma reunião de chefes de Estado e de governo da NATO no dia 25 de maio, aqui em Bruxelas. Vai ser um encontro curto mas muito importante, porque será o primeiro encontro com o novo presidente dos Estados Unidos, que vem pela primeira vez à Europa e à NATO, e será também o primeiro encontro com o novo presidente francês”, a ser eleito no próximo domingo, apontou Jens Stoltenberg, que falava perante a comissão de Negócios Estrangeiros do Parlamento Europeu.

Stoltenberg acrescentou estar “seguro de que a reunião da NATO de dia 25 enviará uma mensagem muito forte sobre a unidade transatlântica e a determinação transatlântica”, e sublinhou a importância de participarem na cimeira os líderes dos 28 membros da Aliança e ainda Montenegro, que está prestes a tornar-se o 29.º membro.

O secretário-geral da NATO indicou que os dois grandes assuntos na agenda da cimeira serão o combate ao terrorismo e a partilha de encargos, temas que a nova administração norte-americana liderada por Donald Trump tem insistido em discutir com os restantes aliados.