Um responsável da própria Opel confirmou à agência Reuters a notícia avançada pela edição online dos alemães do Allgemeine Zeitung Mainz: ao contrário do inicialmente planeado, o Corsa da próxima geração não terá por base tecnologia da General Motors (GM). Ao invés, a base do futuro utilitário alemão provirá da própria PSA, nova proprietária da marca do raio.

A decisão visará incrementar as sinergias e reduzir os custos de desenvolvimento e produção do modelo, em benefício da respectiva rentabilidade.

Assim sendo, o novo Corsa, esperado no mercado em 2019, será o quarto projecto conjunto da Opel e da PSA, juntando-se ao Combo, ao Crossland X e ao Grandland X. A produção do modelo mais vendido da Opel estará a cargo da sua maior fábrica, situada em Saragoça, Espanha, sendo legítimo antecipar a partilha de inúmeros componentes com modelos como o futuro Peugeot 208.