Quatro mulheres palhaço participam no 10.º Ciclo de mulheres palhaço, a realizar no Chapitô, em Lisboa, durante este mês, foi anunciado esta sexta-feira.

“Mês de maio, mês de mulheres, mês do Chapitô no feminino” é o lema da iniciativa que abre com a atuação da palhaça brasileira Margarita, na tenda do Chapitô. Margarita atuará até domingo. De 12 a 14 de maio, é a vez de Las Expertas, de Espanha, enquanto nos dias 18, 20 e 21 de maio, atuará a espanhola Pepa Plana. O 10.º Ciclo de Mulheres palhaço termina com a atuação da brasileira Silvia Leblon, de 26 a 28 de maio.

O ciclo pretende convocar a relação entre o artista de circo, o palhaço e o comediante, abordando também temas como a igualdade de género, o diálogo intercultural e a formação de novos públicos no desenvolvimento das artes do circo, segundo o Chapitô.

Celebrar a partilha de experiências destas artistas, que na tenda de circo do Chapitô irão estimular o público para o riso, através do humor e do jogo para desperaterm emoções no público são também objetivos da iniciativa. O ciclo tem direção artística de Teresa Ricou, direção de produção de Manuela Morais e produção de Paulo César.