Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Jeff Bezos admitiu que vende ações da Amazon no valor de mil milhões de dólares (cerca de 915 milhões de euros) todos os anos, de forma a financiar a Blue Origin, uma empresa que quer entrar no mercado do turismo espacial. Bezos é atualmente o segundo homem mais rico do mundo (o primeiro ainda é Bill Gates) e já tinha admitido no passado que estava a reinvestir dinheiro que fez na Amazon desde que fundou a Blue Origin há mais de dez anos.

“O meu modelo para a Blue Origin é que atualmente vendo cerca de mil milhões em ações da Amazon e uso esse dinheiro para financiar a Blue Origin”, admitiu na quarta-feira numa conferência da indústria espacial no Colorado (EUA).

Esta é a vista que os passageiros podem esperar. (NASA via Getty Images)

Bezos espera cobrar 300 mil dólares por bilhete (cerca de 275 mil euros) por uma curta viagem ao espaço. O fundador da gigante da Internet espera que os clientes se sintam aliciados por janelas grandes.

A Blue Origin espera ter turistas no espaço dentro de dois anos. A nave usada tem lugar para seis passageiros, e cada lugar terá uma janela. A concorrência surge na figura de Elon Musk, que já tem planos de enviar turistas numa volta à Lua no final do próximo ano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR