Santarém

Dois homens morrem em caminhada de sobrevivência em Pernes

248

Dois homens morreram este sábado enquanto faziam uma caminha de sobrevivência em Pernes, Santarém, avança o Diário de Notícias. Um dos homens era militar da Força Aérea.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Dois homens morreram este sábado enquanto faziam uma caminha de sobrevivência em Pernes, Santarém, disse fonte dos bombeiros. Um dos homens era militar da Força Aérea, confirmou o Observador, uma notícia avançada este domingo pelo Diário de Notícias.

Os dois homens, de 31 e 40 anos, ligaram para o 112 quando se sentiram mal, mas à chegada os bombeiros encontraram-nos já inconscientes, sendo os óbitos declarados no local pelo médico do INEM.

A chamada terá sido feita por volta das 15h de sábado por um dos homens quando o outro já se encontrava inconsciente, acrescenta o jornal. Quando as autoridades tentaram contactar novamente os homens, não obtiveram resposta.

O INEM seguiu então em direção às vítimas, encontrando-as através das coordenadas de localização do telemóvel.

O que levou as autoridades a desconfiar da possibilidade de se tratar de uma atividade de sobrevivência foi o facto de os indivíduos trazerem consigo comida em conserva e estarem num terreno acidentado, relata ainda o DN.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jfgomes@observador.pt
Arrendamento

A coisa /premium

Helena Matos
309

Programas para proprietários que antes de regressarem à aldeia entregam ao Estado as suas casas para arrendar. Torres com 300 apartamentos. O arrendamento tornou-se na terra da intervenção socialista

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)