O presidente da câmara do Porto, Rui Moreira, garantiu, na segunda feira, ter “total confiança” no que foi feito pelo vereador socialista Manuel Pizarro, agora seu adversário às autárquicas mas que até segunda-feira liderou o pelouro da Habitação.

“Orgulho-me muito daquilo que tem sido feito ao longo destes três anos e meio e daquilo que o doutor Manuel Pizarro e a sua equipa foram responsáveis. Têm total confiança da minha parte”, disse Rui Moreira, que respondia, na sessão da Assembleia Municipal do Porto, a um desafio do deputado da CDU, Belmiro Magalhães.

No sábado, o PS/Porto anunciou que Manuel Pizarro é o candidato socialista à Câmara do Porto. A decisão do PS de avançar com um candidato próprio surgiu um dia após o movimento independente de Rui Moreira – Porto, O Nosso Partido, que tem o apoio do CDS-PP, ter anunciado que prescindia do apoio dos socialistas à recandidatura do autarca.

Segunda-feira, os vereadores socialistas na câmara do Porto, Manuel Pizarro e Manuel Correia Fernandes, devolveram os pelouros que detinham – Habitação e Ação Social, bem como Urbanismo, respetivamente.

Na sequência desta decisão, Rui Moreira passa a deter os pelouros da Habitação e Ação Social, da Cultura, da Proteção Civil e do Desporto e Lazer, ao passo que Rui Loza, representante da autarquia na Porto Vivo – Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU), fica a tutelar o Urbanismo.

“Tenho a maior das certezas de que aquilo que encontrarei é um pelouro que foi muito bem tratado. Aquilo que farei é continuar a fazer aquilo de que a Câmara do Porto, o município do Porto, os moradores dos empreendimentos sociais, muito se orgulham”, disse Rui Moreira. Na corrida à câmara do Porto, para as eleições agendadas para 1 de outubro, somam-se como candidatos o independente Álvaro Almeida, apoiado pelo PSD e pelo PPM, e João Semedo, pelo Bloco de Esquerda.