A economia grega deverá retomar o crescimento este ano e consolidar o mesmo em 2018, depois da interrupção da recuperação no quarto trimestre de 2016, segundo as previsões da primavera da Comissão Europeia, divulgadas esta quinta feira em Bruxelas.

Assim, o Produto Interno Bruto (PIB) da Grécia deverá crescer 2,1% este ano e 2,5% em 2018, depois de se ter mantido estagnado em 2016, indica Bruxelas.

A Comissão sublinha que o crescimento se manterá moderado devido aos atrasos da segunda avaliação do resgate e adianta que o aumento do consumo e do investimento será fundamental para a recuperação da economia a curto prazo. Bruxelas também destaca que o desempenho das finanças públicas ultrapassa fortemente as expectativas e que o mesmo mantém uma perspetiva positiva.

Para a taxa de desemprego, Bruxelas também antevê uma melhoria, já que prevê uma descida da mesma, de 23,6% no ano passado para 22,8% este ano e 21,6% em 2018. A taxa de inflação, nula em 2016, deverá subir para 1,2% este ano e 1,1% em 2018.

Em relação às contas do Estado, Bruxelas aponta para um défice de 1,2% do PIB este ano e um excedente de 0,6% do PIB em 2018. Para a dívida pública, de 179% do PIB no ano passado, Bruxelas prevê uma diminuição para 178,8% do PIB este ano e para 174,6% do PIB em 2018.