Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Tinha 10 anos. Era o rei do concurso de slows que ganhava e onde encantava as raparigas, segundo confessou. E era também um fã absoluto de Rui Veloso. Pelo menos foi assim que Salvador Sobral se apresentou no “Bravo Bravíssimo” da SIC, concurso de jovem talentos apresentado por José Figueiras e Ana Marques.

Salvador subiu ao palco e cantou “O negro do Rádio de Pilhas” que Rui Veloso inclui no álbum com o seu nome, lançado em 1987.

Era na altura um rapaz louro, vestido de calças bege e camisa azul bebé por cima de uma tshirt branca que encantou um Coliseu muito colorido.

Ora recorde-o: