A Coreia do Norte anunciou o lançamento de um novo míssil este domingo. O Hwansong-12 tem capacidade de transportar ogivas nucleares, avança a agência de notícias do governo de Pyongyang. O novo míssil, de alcance intermédio, é descrito pelo site KCNA como sendo um “um sistema perfeito de armamento”. No teste, conduzido domingo, o míssil percorreu 787 quilómetros e alcançou a altura de 2.115 quilómetros antes de cair no “ponto preciso previsto”. Contudo, o míssil sobrevoou o Mar do Japão a uns meros 500 quilómetros da costa russa, o que suscitou um comentário oficial da Casa Branca que indicava que o presidente, Donald Trump, “não imagina que a Rússia esteja muito contente”.

https://twitter.com/Arti_Roja/status/864048225145237504

De acordo com a KCNA, o líder norte-coreano, Kim Jong-un, supervisionou pessoalmente o lançamento. O objetivo foi “comprovar as especificações técnicas e táticas deste míssil capaz de transportar uma grande e potente ogiva nuclear”, diz a agência.

Os especialistas parecem estar de acordo de que o lançamento dá conta de um avanço no programa nuclear norte-coreano. O alcance do míssil também parece superior ao de outros foguetes testados. O teste parece vir em resposta ao novo presidente sul-coreano, Moon Jae-in, que defende uma abertura do diálogo com Pyongyang ao mesmo tempo que se mantêm as sanções internacionais ao programa nuclear do país.