O Presidente da República vai realizar entre quinta e sexta-feira uma visita de Estado à Croácia, a primeira de um chefe de Estado português desde a adesão daquele país à União Europeia (UE), em 2013.

Segundo uma nota divulgada na página da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa vai visitar a Croácia “a convite da sua homóloga, Kolinda Grabar-Kitarovic”, com o objetivo de “estreitar os laços bilaterais, no ano em que se celebram 25 anos de relações diplomáticas entre Portugal e a Croácia”.

Durante esta visita, concentrada na capital croata, Marcelo Rebelo de Sousa vai reunir-se com a Presidente e com primeiro-ministro da Croácia, Andrej Plenkovic, terá um almoço de trabalho no parlamento e vai oferecer um concerto da fadista Cuca Roseta, no Museu de Arte Contemporânea de Zagrebe.

No comunicado divulgado esta segunda-feira pela Presidência da República, a Croácia é apontada como “um bom exemplo do aproveitamento das oportunidades do mercado interno e da integração europeia”, com quem Portugal tem “objetivos e desafios comuns” no quadro europeu. “Os dois países partilham valores e princípios assentes na pertença comum à UE, Aliança Atlântica e Conselho da Europa”, é referido na nota.

O Presidente da República será acompanhado pela secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, e por uma delegação de quatro deputados à Assembleia da República: Sérgio Azevedo, do PSD, Porfírio Silva, do PS, Pedro Mota Soares, do CDS-PP, e Paulo Sá, do PCP.

Da comitiva fará também parte o presidente da Agência para o Investimento e o Comércio Externo de Portugal (AICEP), Luís Castro Henriques. O programa desta visita inclui ainda a inauguração de uma exposição de azulejos e um encontro com estudantes de português da Universidade de Zagrebe.