A ministra da Administração Interna agradeceu esta quarta-feira o “esforço, dedicação, profissionalismo e abnegação” dos militares dos grupos que compõem a Unidade de Intervenção da GNR e disse estar empenhada em criar melhores condições de trabalho.

Constança Urbano de Sousa falava na cerimónia de celebração do 8.º aniversário da Unidade de Intervenção (UI) da GNR, no quartel da Pontinha, na qual prestou o seu “reconhecimento e admiração pelo notável exemplo, pela forma com que nos orgulham, reconhecendo que muitas vezes atuam em condições que não são fáceis”.

No dia em que se soube que o Ministério da Administração Interna e as Finanças assinaram um despacho para a promoção de 684 elementos, oficiais e não oficiais, da GNR, a ministra salientou estar empenhada em melhorar as condições de trabalho dos militares.

“Estamos todos empenhados em proporcionar melhores condições de trabalho de forma a continuar a desempenhar a vossa tarefa com elevado grau de profissionalismo e abnegação”, frisou.

A UI da GNR está vocacionada para as missões de manutenção e restabelecimento da ordem pública, resolução e gestão de incidentes críticos, intervenção tática em situações de violência de elevada perigosidade, segurança de instalações sensíveis e de grandes eventos, inativação de explosivos, proteção e socorro e missões internacionais.