Há mais um caso de sarampo confirmado em Portugal. Desde 1 de janeiro e até ao dia 16 de maio o alarme suou 145 vezes, mas apenas se confirmaram as suspeitas em 29 delas, divulgou, esta quarta-feira, a Direção Geral de Saúde (DGS). Na semana passada havia 28 casos confirmados.

Dos 29 doentes que contraíram a doença, 17 não estavam vacinados. Dezanove tinham 18 ou mais anos e 13 foram internados, tendo 12 deles tido já alta. O outro caso acabou da pior forma, com a morte de uma jovem de 17 anos.

Olhando para o mapa de Portugal, a maioria dos casos (21) estão localizados em Lisboa e Vale do Tejo, sete no Algarve e um, importado, no Norte.

Na Europa, a última atualização de dados feita pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças, que data de 7 de maio, apontava para 5.290 casos e 25 mortes na Roménia, onde começou o surto. De resto, foram reportados casos de sarampo na Áustria, na Bélgica, na Bulgária, na República Checa, na Dinamarca, em França, na Alemanha, na Hungria, na Islândia, em Itália, em Portugal, na Eslováquia, em Espanha e na Suécia.