O Presidente e o primeiro-ministro da China trocaram sábado mensagens de felicitações com os seus homólogos de Timor-Leste devido ao 15º aniversário da independência timorense e do restabelecimento das ligações diplomáticas entre os dois países.

Numa mensagem enviada ao seu homólogo de Timor-Leste, Francisco Guterres Lu-Olo, o presidente chinês, Xi Jinping, realçou que os dois países aprofundaram a confiança política mútua e a cooperação pragmática graças aos esforços de ambos, atribuiu grande importância ao desenvolvimento das relações entre a China e Timor-Leste e afirmou estar pronto para trabalhar com Lu-Olo para promover os laços bilaterais.

Pelo seu lado, Lu-Olo reiterou a sua disponibilidade para elevar as relações bilaterais a uma nova etapa, dizendo que acredita que os dois países, compartilhando visões e objetivos comuns na promoção da paz e da estabilidade, se tornarão parceiros na concretização desses objetivos.

Numa mensagem enviada ao seu homólogo timorense, Rui Maria de Araújo, o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, refere que a China compraz-se em ver Timor-Leste garantir a sua estabilidade nacional, promover o crescimento económico, melhorar a vida do povo e contribuir para a paz e o desenvolvimento regional nos últimos 15 anos.

A China e Timor-Leste são bons vizinhos, bons parceiros e bons amigos, observou Li, acrescentando que o desenvolvimento da parceria das duas nações trouxe benefícios para os dois povos e que a China continuará a apoiar o desenvolvimento e a construção do país e a trabalhar com ele para promover a sua parceria.

Rui Maria Araújo salientou ao seu homólogo que Timor-Leste e a China alcançaram grandes resultados nos últimos 15 anos e destacou que o ano de 2017 oferece uma oportunidade importante para promover as relações e cooperação bilaterais.

“Timor-Leste está disposto a trabalhar com a China para fazer avançar os laços bilaterais a uma nova etapa”, disse o primeiro-ministro timorense.