Para criar a versão mais potente e aguerrida de sempre do seu citadino, a Volkswagen decidiu inspirar-se fortemente no modelo que, há 41 anos, democratizou o acesso aos automóveis de vocação desportiva: o Golf GTI original. O up! GTI será revelado em público na próxima semana, no tradicional encontro que, anualmente, reúne os adeptos dos desportivos da Volkswagen no Lago Wörthersee, na Áustria, ainda enquanto protótipo – mas num estágio evolutivo, como assume a própria casa de Wolfsburg, já muito próximo do que será a sua versão definitiva de produção, a lançar no mercado no início do próximo ano.

O paralelismo entre o up! GTI e o seu emblemático antecessor, de que integra o essencial do respectivo ADN, é estabelecido pela marca alemã nos mais diversos planos, tendo até, para o efeito, realizado um filme protagonizado por ambos. Por isso, valerá recordar algumas das caraterísticas determinantes desse inesquecível Golf GTI Mk I de 1976: motor de quatro cilindros e 1.588 cc, com injecção electrónica K-Jetronic, 110 cv e 140 Nm; peso de 810 kg; 182 km/h de velocidade máxima; 9,0 segundos nos 0-100 km/h; 3.705 mm de comprimento, 1.628 mm de largura e 1.390 mm de altura.

Já o up! GTI mede 3.600 mm de comprimento, 1.641 mm de largura e 1.504 mm de altura – com o que perde em comprimento a ser compensado pelo ganho em largura e altura para oferecer, basicamente, a mesma habitabilidade. As novas exigências, em termos de robustez e segurança, não lhe permitem ser tão leve, é um facto, anunciando 997 kg. Mas também beneficia do desenvolvimento tecnológico operado ao longo destas mais de quatro décadas para oferecer um desempenho dinâmico que não lhe ficará atrás.

[jwplatform HuqmULpf]

Desde logo, por recorrer ao motor 1.0 TSI, já conhecido do novo Golf, para alcançar prestações ainda mais convincentes. Dotada de um turbocompressor com válvula wastegate eléctrica, injecção directa a 250 bar e distribuição variável, oferece 115 cv de potência, e um binário máximo de 200 Nm, constante entre as 2.000 rpm e as 3.500 rpm. O que, em conjunto com a caixa manual de velocidades, será o suficiente para lhe permitir alcançar 197 km/h de velocidade máxima (mais 15 km/h do que o seu “irmão” de 1976) e cumprir os 0-100 km/h em 8,8 segundos (menos 0,2 segundos do que o primeiro Golf GTI).

E tudo isto com consumos, seguramente, bem mais apelativos. Aliás, este é, também, um dos primeiros modelos da Volkswagen equipado com um motor a gasolina dotado de um filtro de partículas, já apto a cumprir com futuras normas de homologação de consumos e emissões em condições reais utilização.

O comportamento, esse, promete ser acutilante, ágil e emocionante, sem dispensar um elevado nível de conforto. Para tal contribuindo soluções como a suspensão de afinação desportiva rebaixada 15 mm ou as jantes de 17” oferecidas de série. Para estímulo adicional de quem segue a bordo, sem perturbar excessivamente o ambiente exterior envolvente, um actuador sonoro encarrega-se de tornar mais presente a sonoridade do motor no habitáculo.

De resto, são inúmeros os detalhes exibidos pelo up! GTI oriundos do Golf GTI da década de 1970, ou nele inspirados. Casos das listas vermelhas e do logotipo GTI colocados na grelha frontal tipo favo de abelha pintada de preto; das pinças de travão vermelhas; dos emblemas GTI existentes nos guarda-lamas dianteiros; das duplas listas laterais; das cores exteriores derivadas das do Golf GTI original (vermelho, branco, prata e preto, a que se junta um azul inédito); e do revestimento central dos bancos em xadrez.

Elementos identitários do up! GTI são, por seu turno, o splitter frontal, a entrada de ar dianteira adicional para alimentação do motor, os faróis de nevoeiro dianteiros com função de curva, o deflector montado no topo do portão traseiro (maior e mais largo do que nos restantes up!), o difusor traseiro em preto mate, a ponteira de escape cromada e as caixas dos retrovisores exteriores em preto. No habitáculo, destacam-se o volante multifunções desportivo exclusivo, com costuras vermelhas e logo GTI colocado no braço vertical, e o manípulo da alavanca de comando da caixa específico.

Na sua versão de produção, é seguro que o up! GTI oferecerá, igualmente, como equipamento de série, sistema de som com seis altifalantes e ligação USB, ar condicionado, bancos aquecidos e espelhos eléctricos com sistema de desembaciamento. Disponível em versões de três ou cinco portas, poderá ainda contar, em opção, com o tejadilho pintado de preto, excepto se a carroçaria for já pintada nessa cor.