Nicky Hayden, piloto norte-americano de 36 anos de idade, morreu esta segunda-feira, em Itália. O campeão mundial de MotoGP foi atropelado por um carro na passada quarta-feira, enquanto seguia de bicicleta e não resisitiu às lesões.

A equipa médica confirma a morte do paciente Nicholas Patrick Hayden, que tem estado ao nosso cuidado desde a passada quarta-feira, 17 de maio, na unidade de cuidados intensivos do Hospital Bufalini, em Cesena, após um politrauma muito grave que ocorreu no mesmo dia”, pode ler-se no comunicado emitido pelo hospital citado pela Sky News.

A mesma fonte revela que a mãe, o irmão e a noiva estavam a seu lado no momento da sua morte. “Foi um grande conforto para todos nós saber que Nicky influenciou a vida de tantas pessoas de uma forma tão positiva”, disse o irmão em comunicado, citado pela Sky News.

O piloto estava internado há cinco dias no Hospital Maurizio Bufalini, em Cesena, no norte de Itália, em estado grave com danos na cabeça e no peito, que sofreu na sequência do atropelamento. Hayden seguia de bicileta quando foi atingido por um automóvel e projetado para cima do vidro da frente da viatura, acabando por o partir.

Ao volante do carro que o atropelou, um Peugeot preto, estava um homem de 30 anos de idade. As autoridades italianas já abriram uma investigação e interrogaram o motorista, conta a Sky News.

Nicky Hayden em estado grave após ter sido atropelado em Itália

Natural de Kentucky, nos Estados Unidos, Nicky Hayden ganhou o título de MotoGP em 2006. Ao longo da sua carreira competiu em 218 corridas do qual resultaram três vitórias e 28 subidas ao pódio.