Segundo informações agora avançadas pelo fabricante de Ingolstadt, o maior dos coupés com os quatro anéis na grelha frontal, o A7 Sportback, deverá ser desvendado este ano, algures no último trimestre. Muito provavelmente, no próximo Salão Automóvel de Los Angeles, em Dezembro.

A Audi prometeu já que o A7 “continuará a ser o coupé de cinco portas e de grandes dimensões mais vanguardista do segmento”. Sendo que, exteriormente, continuará a destacar-se pelas linhas e formas que não deixarão de ser “a afirmação mais marcante” daquilo que é a marca dos quatro anéis.

De resto, embora o desvendar da nova geração esteja agora previsto lá mais para o final do ano, a verdade é que o fabricante de Ingolstadt já deu, de certa forma, a conhecer alguns dos aspectos que marcarão o novo modelo. Nomeadamente, aqueles que serão os elementos mais marcantes da secção frontal, através da divulgação de uma ilustração oficial com os planos frontais das futuras gerações das propostas mais estatutárias do construtor de Ingolstadt – o A6, o A7 e o A8.

Segundo este desenho, o A7 será, dos três, aquele que apresentará uma frente de aparência mais desportiva, desde logo, graças a um pára-choques mais proeminente e com entradas de ar maiores, além de um capot de aspecto mais musculado, graças também ao maior número de veios longitudinais.

Tomando em consideração esta imagem, e uma vez apresentada a nova geração A8 – o que acontecerá dentro de cerca de mês e meio –, não deverá ser difícil imaginar as linhas e formas do futuro A7. Proposta que deverá respeitar igualmente aquele que terá sido um dos pedidos da marca ao seu responsável máximo pelo design, o alemão Marc Lichte: que as diferenças estéticas entre os modelos da Audi sejam cada vez mais notórias.