Fernando Santos anunciou ao final da manhã a lista de convocados para os jogos com o Chipre (dia 3, particular no Estoril), com a Letónia (dia 9, a contar para a fase de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018, em Riga) e para a Taça das Confederações, que se vai realizar entre 17 de junho e 2 de julho na Rússia e onde Portugal participa pela primeira vez defrontando México, Rússia e Nova Zelândia. Os 24 eleitos são os seguintes:

Guarda-redes: Rui Patrício (Sporting), Beto (Sporting) e José Sá (FC Porto)

Defesas: Cédric (Southampton), Nélson Semedo (Benfica), Pepe (Real Madrid), José Fonte (West Ham), Bruno Alves (Cagliari), Neto (Zenit), Raphäel Guerreiro (B. Dortmund) e Eliseu (Benfica)

Médios: William Carvalho (Sporting), Danilo (FC Porto), João Moutinho (Mónaco), Adrien (Sporting), Pizzi (Benfica), João Mário (Inter) e André Gomes (Barcelona)

Avançados: Bernardo Silva (Mónaco), Cristano Ronaldo (Real Madrid), Nani (Valencia), Quaresma (Besiktas), Gelson Martins (Sporting) e André Silva (FC Porto)

Já se sabia que, entre os 30 pré-convocados, quatro campeões europeus tinham ficado de fora (Eduardo, Vieirinha, Ricardo Carvalho e Rafa), tendo entrado nessa lista 11 jogadores que não estiveram no Europeu de França: Marafona (que entretanto sofreu uma grave lesão no joelho), João Cancelo, Nélson Semedo, Neto, Roderick Miranda, Antunes, Pizzi, Bernardo Silva, Gelson Martins, André Silva e Rui Fonte.

Futebol. As dúvidas de Santos para a Taça das Confederações

Estoril, Riga, Kazan, Moscovo e São Petersburgo em três semanas

Portugal vai iniciar este ciclo com um jogo particular no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, dia 3. De seguida, a Seleção Nacional viaja para Riga, onde defronta a Letónia no dia 9 num encontro a contar para a fase de qualificação para o Mundial de 2018. Só depois as atenções estarão centradas na Taça das Confederações.

Os comandados de Fernando Santos vão iniciar a competição frente ao México no dia 18 de junho, em Kazan, um dia depois do encontro inaugural da prova, entre Rússia e Nova Zelândia. No dia 21, a Seleção Nacional defronta a anfitriã Rússia em Moscovo (o único jogo que tinha lotação esgotada até aos últimos dias, de acordo com as informações vindas a público), fechando o grupo A contra a Nova Zelândia no dia 24, em São Petersburgo.

No outro grupo estarão as equipas de Alemanha, Chile, Camarões e Austrália. Os dois primeiros classificados ficam automaticamente apurados para as meias-finais, nos dias 28 e 29, em Kazan e Sochi. No dia 2 de julho realizam-se os encontros do 3.º/4.º lugares (em Moscovo) e a final da competição (em São Petersburgo).

Taça das Confederações. Portugal apanha Rússia, México e Nova Zelândia

Já são conhecidas algumas convocatórias finais de outras seleções, nomeadamente a da Alemanha, onde Joachim Löw decidiu deixar de fora quase todos os jogadores que foram campeões mundiais em 2014 como Neuer (Bayern Munique), Özil (Arsenal), Toni Kroos (Real Madrid) e Thomas Muller (Bayern Munique).

Ter Stegen (Barcelona), Kevin Trapp (PSG), Leno (B. Leverkusen), Ginter (B. Dortmund), Plattenhardt (Hertha Berlim), Rudiger (AS Roma), Mustafi (Arsenal), Niklas Sule (Hoffenheim), Henrichs (B. Leverkusen), Jonas Hector (Colónia), Demirbay (Hoffenheim), Kimmich (Bayern Munique), Demme (Leipzig), Emre Can (Liverpool), Sebastian Rudy (Hoffenheim), Goretzka (Schalke 04), Timo Werner (Leipzig), Brandt (B. Leverkusen), Younes (Ajax), Wagner (Hoffenheim), Draxler (PSG), Stindl (B. Mönchengladbach) e Leroy Sané (Manchester City) foram os 23 convocados, apesar de haver algumas dúvidas por problemas físicos.