Utilitário que, ainda no final de 2016, deu a conhecer a sua nova geração, marcada não somente por um visual atraente, mas também por um enfoque muito especial na tecnologia, o Citroën C3 é o novo best-seller da marca francesa na Europa. Isto graças às 100 mil unidades transaccionadas em menos de seis meses, 2.500 das quais em Portugal.

Em termos comerciais, a actual geração C3 destaca-se não só por protagonizar um crescimento nas vendas na ordem dos 70%, mas também por ter alcançado, segundo dados avançados pelo fabricante, uma taxa de conquista de novos clientes a rondar os 60%.

Em Portugal, o C3 foi um dos principais contribuintes para os 10,2% de quota de mercado alcançados pela Citroën, no primeiro trimestre deste ano, entre as berlinas do segmento B. Sendo que, no acumulado até ao final do mês de Abril, as vendas do modelo atingiram mesmo um crescimento de 47%, face aos primeiros quatro meses de 2016.

Ainda no nosso país, destaque também para o facto de uma em cada três unidades vendidas apresentarem o nível de equipamento mais elevado, Shine. Sendo que mais de 50% ostentam igualmente a pintura exterior bitom, 85% surgem equipadas com Airbumps e mais de 40% exibem um opcional ambiente interior colorido.

Como elemento comparativo, refira-se que, no plano internacional, uma em cada duas unidades vendidas assenta igualmente no nível de equipamento mais elevado, com mais de 60% a assumirem-se como versões bicolor, mais de 60% a contar com Airbumps e mais de 30% a exibir um ambiente interior colorido, opcional.