Lifestyle

Mude o cenário de sua casa sem mexer na decoração

393

Lâmpadas que mudam de cor e de intensidade, ambientes pré-programados para um dia-a-dia mais agradável, candeeiros que acendem e apagam sozinhos. Escolha a luz ideal para o momento perfeito

Trinta minutos antes da hora marcada, os candeeiros do quarto começam a despertar. Uma luz quente, em tons de amarelo torrado, quebra a escuridão da noite, muito lentamente. A cada minuto que passa o sol parece subir no horizonte, convidando os dorminhocos a acordar. Mas só ao fim de meia hora, ele brilha em pleno. É o sinal. É hora de se levantar e ir trabalhar.

Esta é apenas uma das muitas configurações permitidas pela nova gama Smart Lighting da IKEA. Neste caso, chama-se Toca a Acordar e é um temporizador que poderá programar para reformar de vez o despertador irritante que todos os dias teima em sobressaltá-lo. Para isso, o primeiro passo será adquirir um comando, uma ou mais lâmpadas, um gateway e instalar a aplicação TRÅDFRI. Conselho: o kit que inclui todos estes produtos TRÅDFRI será a opção mais económica.

O sistema foi lançado em abril, a nível mundial, e já conquistou muitos portugueses. Basta dizer que o kit não chega a aquecer o lugar nas prateleiras das cinco lojas espalhadas pelo País. Fácil de instalar, sem fios e com um preço mais acessível que os produtos equivalentes da concorrência, a gama Smart Lighting da IKEA transportou a iluminação para uma nova dimensão.

A sua versatilidade torna-a ainda mais irresistível. Com as lâmpadas TRÅDFRI, não é preciso escolher à partida a cor e a intensidade da luz. Poderá fazê-lo mais tarde e mudar de ideias sempre que quiser. À primeira vista, estas lâmpadas são iguais a todas as outras à venda na loja, mas a grande diferença está no chip integrado que lhes permite comunicar com o sistema. Depois basta emparelhá-las com um comando – ou optar por outro kit disponível, que já inclui estes dois artigos pré-emparelhados – para poder controlar o brilho e mudar a cor da luz. Com um só comando pode gerir até dez dispositivos diferentes. Se quiser ir mais além, terá mesmo de adquirir um gateway TRÅDFRI , ligá-lo ao Wi-Fi de casa e instalar a aplicação TRÅDFRI. O telemóvel transformar-se-á numa espécie de comando universal que irá gerir todos os outros comandos de iluminação da casa. Permitirá ainda criar diferentes ambientes no mesmo espaço, configurando individualmente cada ponto de luz e alterando essas opções sempre que desejar.

Os conselhos do especialista

José Álvaro Correia, designer de luz, ensina a escolher a iluminação certa para cada ambiente

Temperatura de cor: mede-se em graus Kelvin. Quanto mais alta a temperatura, mais branca ou mais azul é a luz. Ambientes mais descontraídos e envolventes pedem uma luz mais amarela, enquanto num espaço para trabalhar poderá preferir uma luz mais branca.

Intensidade da luz: na cozinha, a iluminação é crucial para as tarefas que ali desempenha, opte por lâmpadas mais potentes (ou por regular o sistema Smart Lighting para uma intensidade mais alta). Para um clima mais acolhedor, opte por intensidades mais baixas.

Direção da luz: o sítio onde está colocada a luz não é levado muito em conta, mas é muito importante. Fontes de luz baixa, candeeiros de pé ou ainda mais baixa, junto ao chão tornam o espaço muito mais acolhedor, do que uma iluminação homogénea.

Forma da luz: nem todos os pontos de luz brilham da mesma maneira. Observe-os e descubra que tipo de difusão é que o abajur vai provocar na lâmpada. É certo que irá alterar a luz.

Poderá ter, por exemplo, uma luz branca e intensa sobre a mesa de refeições enquanto as crianças fazem os trabalhos de casa – permitindo aos olhos focarem-se melhor –, que depois se tornará mais suave e quente à hora da refeição. Enquanto isso, na sala e sobre um canto do sofá poderá debruçar-se um candeeiro de pé com uma agradável luz de leitura, enquanto na parede, um painel com iluminação FLOALT, ou um móvel suspenso com duas portas iluminadas, funcionará apenas como luz de presença. “Quanto mais um espaço for moldado pela luz e sombra, mais interessante se torna. E isso consegue-se através de vários pontos de luz”, salienta José Álvaro Correia, designer de luz. E deixa o desafio: “Criar pequenas zonas, dividir um espaço em dois ou três espaços é muito interessante”. O seu vasto currículo no mundo do espetáculo já lhe permitiu iluminar os mais variados tipos de espaços: museus e exposições, palcos e passerelles.

Com o sistema de iluminação inteligente da IKEA, todas as cenas em sua casa serão dignas de um palco. O jogo de luzes estará nas suas mãos. E para poder ir de férias mais descansado, as lâmpadas TRÅDFRI irão simular que a família afinal está em casa. Basta programá-las para acenderem e apagarem às horas do costume.

Nos próximos meses, o sistema Smart Lighting trará ainda outras novidades: lâmpadas LED RGB e, além disso, a possibilidade de ter também a iluminação da cozinha e dos roupeiros totalmente integrada neste sistema.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Conteúdo produzido pelo Observador Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)