Rádio Observador

Autárquicas 2017

Carreiras. PSD não foi “escorraçado por ninguém”

Coordenador autárquico do PSD diz que processo autárquico está a decorrer de forma "séria" e que, por isso, PSD não foi "escorraçado por ninguém", ao contrário do que aconteceu ao PS no Porto.

MÁRIO CRUZ/LUSA

O coordenador autárquico nacional do PSD, Carlos Carreiras, disse este sábado, na Maia, que este partido está a fazer para as próximas eleições um processo “sério” e que a prova disso é que não foi “escorraçado por ninguém”, ao contrário do que aconteceu com o PS no Porto.

Carlos Carreiras, que falava na Maia, distrito do Porto, onde decorre esta tarde a Convenção Autárquica Nacional do PSD, começou por referir que os sociais-democratas têm a seu favor nas próximas eleições o facto de nesta disputa “quem ganha, governa”, para depois dizer que o partido “não foi escorraçado por ninguém”. Não referiu, contudo, qualquer outro partido ou caso particular que esteja a marcar a pré-campanha, como o caso da rutura entre Rui Moreira e o PS no Porto.

“Temos algo a nosso favor que é nas eleições autárquicas quem ganha, governa. Isto podia parecer uma coisa estranha mas como já tivemos oportunidade de ver não é assim tão estranho ou pelo menos não foi tão estranho há um ano atrás. Quem tem mais votos de facto governa e governa”, disse coordenador autárquico nacional do PSD.

Carlos Carreiras referiu que os sociais-democratas têm para as eleições autárquicas “candidatas e candidatos de primeiríssima linha” e vincou que o partido fez um processo “sério”.

E porque o processo que fizemos foi sério, não fomos escorraçados por ninguém. Não houve ninguém que nos dissesse ‘vão daqui para fora’. O casamento é apenas de interesses e desses interesses, nós não temos nenhum interesse”, disse.

O coordenador autárquico nacional do PSD apontou que se aproxima “uma etapa determinante e decisiva”, aconselhou “contacto direto com o cidadão” e disse que o “maior ativo” do PSD é que este “nunca teve nenhum problema em estar junto das pessoas”.

“Esse é um dos nossos maiores ativos. Nunca tivemos nenhum problema em estar junto das pessoas, de ouvir as pessoas, de participar porque emanamos dos nossos concidadãos. Os cidadãos que vão concorrer nas listas do PPD/PSD serão aqueles que poderão comemorar a vitória em maior número de municípios e de freguesias”, disse Carlos Carreiras.

A Convenção Autárquica do PSD que decorre na Maia reúne este sábado mais de 700 candidatos às eleições agendadas para 1 de outubro, sendo encerrada pelo presidente do PSD, Pedro Passos Coelho.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Legislativas

Afluir de Rio em Costa instável

Gonçalo Sobral Martins

O líder do PSD fez ver que Portugal não soube aproveitar uma conjuntura externa extraordinária: apesar dos juros do BCE e do crescimento económico da zona-euro, nada melhorou substancialmente.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)