Os dirigentes do G7 reconheceram, este sábado, a incapacidade para encontrar um terreno de entendimento com os Estados Unidos sobre a luta contra o aquecimento climático, indicou uma fonte da presidência francesa. Segundo a mesma fonte, esta observação fará parte da declaração final da cimeira do G7 em Taormina, Sicília, na Itália.

“Os Estados Unidos estão atualmente a reavaliar a política climática. Os outros seis países do G7 reafirmam os seus compromissos [a favor dos acordos de Paris] tendo em conta esta posição norte-americana”, afirmou o representante da delegação francesa ao G7.

Além dos Estados Unidos e da França, fazem parte do G7 a Alemanha, o Canadá, a Itália, o Japão e o Reino Unido.