O líder da Coreia do Norte supervisionou os testes de um novo sistema de defesa antiaéreo e ordenou a sua produção em massa para o implantar em todo o país asiático, informou hoje a agência de notícias norte-coreana KCNA.

A agência, que não especificou a data do ensaio, disse que ao ver o “teste bem sucedido” organizado pela Academia Nacional da Ciência de Defesa, Kim Jong-un destacou a perfeição do sistema de orientação e elogiou o progresso “notável” na deteção e mapeamento de alvos, e a melhoria da precisão.

O líder norte-coreano supervisionou em abril de 2016 os testes de um sistema guiado antiaéreo.

“O sistema, cuja capacidade operativa foi plenamente verificada, deve ser produzido em massa para ser implantado em todo o país, tais como florestas, para assim destruir completamente os sonhos selvagens do inimigo de dominar o ar, potenciando a supremacia aérea e o poder das armas”, disse Kim no recente teste.

O líder norte-coreano estava acompanhado de figuras importantes do regime como o considerado “número dois”, Hwang Pyong-lo, e o vice-chefe do Estado-Maior do Exército e diretor do Escritório Geral de Operações, Ri Yong-gil, segundo a KCNA .

O novo ensaio da Coreia do Norte ocorre num momento de tensão na região perante os seus repetidos testes, que levaram também a uma escalada verbal com Washington, que chegou a insinuar que estuda possíveis ataques preventivos.