A polícia britânica anunciou hoje a detenção de um homem no âmbito da investigação ao atentado que fez 22 mortos, há uma semana, em Manchester, elevando para 14 o número de detidos. Um homem de 23 anos foi detido em Sussex, no sul de Inglaterra, indicou a polícia, em comunicado, dando ainda conta de uma rusga levada a cabo, esta manhã, a uma casa em Whalley Range, bairro do subúrbio de Manchester.

O homem em questão é o 16.º detido em Manchester depois do atentado de 22 de maio. Entretanto, dois já foram libertados e 14 continuam sob custódia.

O atentado, que foi perpetrado na noite da passada segunda-feira por Salman Abedi, um britânico de origem líbia de 22 anos que se fez explodir à saída de um concerto da cantora norte-americana Ariana Grande na Manchester Arena, fez 22 mortos e 116 feridos.

O grupo autoproclamado Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque.

A ministra do Interior britânica, Amber Rudd, afirmou, no domingo, em declarações à BBC, que outros membros da rede extremista por detrás do ataque poderão continuar em fuga. O pai e um dos irmãos do autor do atentado foram detidos na Líbia.