Continua o caos na British Airways. Depois da falha informática que perturbou os aeroportos de Gatwick e Heathrow este fim-de-semana, agora é a vez de o Presidente da companhia ser alvo de acusações. O responsável da empresa recusa-se a demitir-se.

Tem mais de uma dezena de anos de experiência no setor, mas nem por isso Álex Cruz está livre de críticas relativamente à forma como geriu o apagão informático que deixou 75 mil passageiros em terra.

British Airways arrisca-se a indemnizações de 100 milhões após falha informática

O El País cita algumas acusações que têm sido dirigidas ao responsável da companhia britânica. As críticas falam num diretor “controverso” e acusam o diretor de irresponsabilidade na gestão do caos aéreo vivido nos últimos dias. O El País cita também o Daily Mail e os e-mails que o jornal revelou, onde supostamente mostram e-mails enviados por Álex Cruz aos seus trabalhadores, em que se pede que se abstenham de fazer comentários publicamente.

O diretor da companhia aérea tem sido também alvo de piada na internet, pela forma como se dirigiu aos clientes no vídeo partilhado no Youtube. No vídeo, Cruz dirigia-se aos clientes prejudicados, onde pediu desculpa e pediu para que os passageiros não se dirigissem aos aeroportos desnecessariamente. A “piada”, essa, surgiu na sua indumentária. Nas redes sociais, ridiculariza-se o colete amarelo refletor, e o ridículo da situação parecer ter sido captada durante um momento de trabalho do próprio Alex Cruz.

https://twitter.com/Visual_Approach/status/869500662706577409

https://twitter.com/Mikelovespi3/status/868860384312266752

Também alguns sindicalistas e media britânicos associam o desastre deste fim-de-semana aos cortes que realizados na companhia aérea. Com a chegada de Álex Cruz, a British Airlines retirou a oferta de comidas e reduziu o espaço entre as cadeiras. Os críticos assinalam ainda a recente decisão da companhia de confiar em programas informáticos estrangeiros – que pode justificar o caos ocorrido. Por sua vez, Cruz diz que não pensa demitir-se e afirma que os problemas causados pelo apagão informático nada têm a ver com os cortes.

Álex Cruz assumiu o cargo de presidente da British Airways em abril do ano passado, no entanto a sua gestão tem vindo a ser criticada pela imprensa sensacionalista, agravando-se com a crise do último fim-de-semana.

A situação dos aeroportos ainda não está normalizada

Depois dos vários voos atrasados ou cancelados, bagagens trocadas e do caos nos serviços de apoio ao cliente, a empresa tem vindo a voltar à normalidade. No entanto, a situação ainda conta com algumas perturbações. No aeroporto de Gatwick, os voos têm estado regularizados. Já em Heathrow, o maior aeroporto britânico, as voos de longo curso também começam a operar com alguma normalidade. No entanto, os voos mais pequenos – dentro da Europa – ainda contam com alguns problemas. O aeroporto acredita, no entanto, ter toda a situação normalizada ainda durante esta terça-feira.