Música clássica, experimental ou rock, concertos gratuitos e ao ar livre na esplanada, e uma festa de São João. Entre 1 de junho e 16 de agosto, 120 eventos trazem de volta o programa “Verão na Casa” à Casa da Música, no Porto. Também haverá concertos nos concelhos vizinhos.

Um dos grandes momentos da programação acontece precisamente ao ar livre, em Matosinhos. A Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música encontra-se com um dos grandes nomes atuais da música, Gregory Porter. O cantor norte-americano, que funde elementos de jazz, blues, gospel e soul, recebeu dois Grammy Awards na categoria de Melhor Álbum de Jazz Vocal, primeiro com Liquid Spirit em 2014 e mais recentemente com Take Me to the Alley (2017). O concerto está marcado para o dia 29 de julho, às 22h00, na Praça Guilhermina Suggia, e terá arranjos de W. Friede, M. Fondse e T.Trapp. O acesso é gratuito.

A Maia também vai receber um concerto gratuito, na noite de 14 de julho. A Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música vai à Praça Dr. José Vieira de Carvalho tocar, por exemplo, as “Danças Polovtsianas” de Alexander Borodin, que alternam “danças de rapazes com danças de raparigas numa disputa que leva a orquestra a níveis de virtuosismo exuberantes”, pode ler-se na descrição do evento. “Fandango” de Luís Freitas Branco, com a sonoridade típica das castanholas, encerra o concerto com um convite à dança.

Gregory Porter regressa ao Porto, desta vez para um concerto gratuito com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música. © D.R.

Para a noite de São João, as portas da Sala Suggia abrem-se para um concerto da Banda Sinfónica Portuguesa (BSP), que preparou um repertório especialmente dedicado à Invicta. De “Chico Fininho” à “Pronúncia do Norte”, passando por clássicos da música popular, o tango de Piazzolla ao som da concertina e uma obra premiada no Concurso de Composição da BSP, estão todos convidados, já que a entrada é gratuita. No exterior da Casa da Música, na Esplanada, há animação noite fora com o DJ Rodrigo Affreixo.

Por falar em Esplanada, depois da experiência no ano passado, os concertos em agosto mantêm-se este ano ao ar livre, quase sempre de quinta-feira a sábado. O primeiro está marcado para o dia 2 de agosto e, até ao fim do mês, passa por lá nomes como Fernando Anitelli Trio, MPBossa, Jards Macalé, Tiê, Pink Freud e JP Simões.

Quando chega setembro, sabe-se que há concerto de encerramento da temporada de verão, na Avenida dos Aliados. Ou melhor, concertos. O primeiro, dia 8 de setembro, às 22h, junta o Remix Ensemble com os Mão Morta. Os arranjos originais de Telmo Marques percorrem a discografia da banda de Braga — “Facas em Sangue”, “Berlim”, “Destilo ódio” até aos mais recentes “Pássaros a esvoaçar”, “Tiago Capitão” e “Hipnose de Suicídio”.

A programação termina sempre em setembro com um concerto na Avenida dos Aliados. © Alexandre Delmar / facebook.com/casadamusica

Na noite seguinte, o palco montado na Avenida dos Aliados é todo da Orquestra Sinfónica, que vai desfilar grandes êxitos da música sinfónica, da Valsa das flores, de “O Quebra-Nozes”, de Piotr I. Tchaikovski, ao épico tema da saga “A Guerra das Estrelas”, de John Williams.

A agenda completa do programa “Verão na Casa” pode ser consultada na página da Casa da Música.