O músico The Legendary Tigerman e a dupla Beatbombers vão estrear novos álbuns em julho no festival Super Bock Super Rock (SBSR), em Lisboa, numa edição que terá também mais intervenções de arte urbana, foi hoje anunciado em conferência de imprensa, que se realizou no Pavilhão de Portugal, em Lisboa.

A 23.ª edição ocupará os já habituais quatro palcos no Parque das Nações, de 13 a 15 de julho, com Red Hot Chili Peppers, Future e Deftones como cabeças-de-cartaz. Com um cartaz quase fechado – falta anunciar o artista para o lugar de Tyler, The Creator -, hoje a organização revelou vários artistas portugueses e um trio de estreias estrangeiras.

Os bilhetes para o dia 13 já estão esgotados por causa dos Red Hot Chili Peppers, havendo ainda ingressos para os restantes dias e cerca de 800 passes gerais.

O promotor Luís Montez explicou à agência Lusa que não haverá grandes alterações na organização do recinto, reforçando-se os espaços de descanso e refeição e a segurança, ainda que de forma discreta: “Tudo isto é planeado com tempo, com antecedência, para que tudo corra bem, como tem corrido. Temos que ter mais cuidado onde houver maior concentração de pessoas, só isso”.

No que toca à logística, o anterior Palco Antena 3 dá lugar ao Palco LG by SBSR.FM. A nova rádio do grupo foi responsável pela curadoria do palco que vai continuar dedicado à música portuguesa. Os animadores da SBSR.FM vão garantir a emissão em direto a partir do recinto ao longo dos três dias.

A zona de refeições foi deslocada para mais perto do rio, na zona do Palco Carlsberg (a Sala Tejo do MEO Arena). O Metro de Lisboa e a Carris vão reforçar o transporte de passageiros entre o Parque das Nações e o Cais do Sodré e a CP oferece descontos para os portadores de bilhetes para o SBSR. Luís Montez, responsável pela promotora Música no Coração, anunciou ainda uma nova parceira: a Uber vai ter um ponto de recolha de passageiros junto ao recinto.

Paulo Furtado estará no SBSR no papel de The Legendary Tigerman, para mostrar em estreia o novo álbum, que só deverá ser editado depois do verão.

Já os Beatbombers, projeto que junta Stereossauro e DJ Ride, prometem apresentar alguns dos temas que prepararam para o primeiro álbum, que se vai chamar Beatbombers e será editado dia 20 de junho. Os dois mestres do scratch trabalham em parceira há mais de 10 anos mas nunca tinham feito um álbum juntos, um processo que demorou cerca de um ano a produzir, contaram ao Observador. Nele participam 14 convidados, entre os quais os músicos Maze e Slow J e o artista plástico Vhils, na composição gráfica de uma edição especial do disco.

No palco dedicado à música de dança vão estar também Xinobi e Moullinex, dois músicos e produtores que fundaram há dez anos a Discotexas. Ao Observador, Luís Clara Gomes (Moullinex) explicou que se vão apresentar em formato DJ set “back-to-back” (“costas com costas”), uma expressão que pode ter outro sentido, uma vez que vão “apontar o foco para os 10 anos da editora.” A dupla vai passar pelos temas que já se conhecem mas também trazer músicas que ainda não saíram, tanto do catálogo da editora como do próximo álbum de Moullinex, que sai em outubro.

Em 10 anos “nem tudo foram rosas”, mas tanto Luís Clara Gomes como Bruno Cardoso (Xinobi) consideram “um privilégio acordar de manhã para fazer aquilo que mais gostamos”. E isso nota-se bem quando estão juntos, em palco.

Foram anunciadas três estreias em Portugal: A cantora canadiana Jessie Reyez e, do Reino Unido, a DJ Monki e o músico Marquis Hawkes.

Este ano, o festival SBSR reforçou a parceria com a plataforma Underdogs, com a oferta de oficinas de iniciação ao graffiti com o artista visual Gonçalo Mar, convidou Bordalo II a fazer uma intervenção de arte urbana e contou com o projeto de arte e arquitetura Fahr 021.3 para fazer “ações de arte urbana” no recinto.

O cartaz do SBSR contará com cerca de 40 atuações, repartidas por quatro palcos, contando com – além dos nomes já referidos – artistas como The New Power Generation com Bilal, London Grammar, Kevin Morby, Silva, Seu Jorge, Capitão Fausto, Foster the People, Tuxedo, Throes + The Shine, Alexander Search e Boogarins.

No final da conferência de imprensa assistimos à atuação de Slow J, na companhia do produtor Fred Ferreira e do multi-instrumentista Francis Dale.