A Farfetch vai avançar com a segunda edição do Plug-In, o programa de estágios remunerados que lançou no ano passado para recém-licenciados nas áreas de Engenharia Informática, Ciência e Tecnologia. Os 35 estágios têm duração de nove meses e começam em setembro nos escritórios do unicórnio (empresa avaliada em mais de mil milhões de dólares) em Leça do Balio, perto do Porto. As candidaturas terminam a 15 de julho.

“A primeira edição do programa Plug-In foi um verdadeiro sucesso. Recebemos cerca de 800 candidaturas em 2016. Nesse ano, foram selecionados 25 graduados que tiveram oportunidade de estagiar e desenvolver competências com o apoio dos nossos mentores e, no final, mais de 80% foram integrados na grande equipa Farfetch”, explica Ana Sousa, diretora da equipa de Recursos Humanos da Farfetch.

As candidaturas já arrancaram e o processo de seleção passa por uma análise ao perfil dos candidatos, pela resposta que derem a um desafio tecnológico, ao seu desempenho numa dinâmica de grupo e por uma entrevista final. “Temos um processo exigente porque queremos os melhores talentos, a quem daremos uma oportunidade única de aprendizagem on the job, numa das melhores empresas da indústria tecnológica”, acrescenta Ana Sousa.

A Farfetch é uma plataforma de comércio eletrónico que agrega 400 boutiques de moda de luxo, de onde se destaca a Browns em Londres, a L’Eclaireur em Paris ou a Fivestory em Nova Iorque. Liderada por José Neves, a startup quer recrutar 500 pessoas em Portugal, até ao final do ano, totalizando 1.400 colaboradores no país.

Farfetch quer recrutar 500 pessoas em Portugal até ao final do ano

Para a responsável de recursos humanos, “o desenvolvimento de competências não se esgota nas áreas em que os selecionados são integrados, uma vez que surgem sempre outras oportunidades, numa empresa que está a crescer de forma ágil e acelerada”. Quem quiser concorrer às vagas da Farfetch deve enviar o currículo para o email: plugin@farfetch.com.

A Farfetch foi fundada em 2008 e já agrega mais de 750 designers e boutiques de moda de luxo, em 40 países. A plataforma de comércio eletrónico vende para 190 países e, além dos três escritórios em Portugal, está presente em Nova Iorque, Los Angeles, São Paulo, Tóquio, Hong Kong, Shanghai e Moscovo, com uma equipa de 1.600 colaboradores.