O Sport Lisboa e Benfica confirmou esta manhã a transferência do seu guarda-redes, Ederson Moraes, para o clube inglês Manchester City por 40 milhões de euros. O clube da Luz só fica com vinte milhões de euros, o resto será pago aos restantes detentores do passe: o Rio Ave e a Gestifute.

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, que chegou a acordo com a Manchester City Football Club Limited para a transferência a título definitivo dos direitos do atleta Ederson Santana de Moraes pelo montante de € 40.000.000 (quarenta milhões de euros), existindo o compromisso de entregar 50% da mais-valia obtida nesta transferência a terceiros”, diz o clube na comunicação enviada à CMVM.

A transferência já tinha sido confirmada pelo próprio guarda-redes na noite de quarta-feira na chegada a Lisboa, no regresso de Manchester onde esteve a fazer os obrigatórios exames médicos e a assinar contrato com o clube inglês. De partida para a concentração da seleção brasileira, Ederson, que tem defendido as redes do Benfica nos últimos dois anos, agradeceu aos adeptos do Benfica e disse que ainda não tinha falado com o seu novo treinador, o espanhol Pepe Guardiola.