Pelo menos 44 migrantes, incluindo bebés, foram encontrados mortos no deserto na região de Agadez, no norte do Níger, quando tentavam chegar à vizinha Líbia, disseram à agência France-Presse fontes locais e humanitárias, esta quinta-feira.

“O número de migrantes mortos no deserto é até ao momento de 44”, declarou à AFP o presidente da câmara de Agadez, Rhissa Feltou.

O mesmo número de vítimas mortais foi indicado pela Cruz Vermelha, que tem uma equipa no terreno para “recolher informações precisas”.