Com o desvendar mundial agendado já para o próximo dia 13 de Junho, o novo crossover da Hyundai (que tem o nome Kona em todos os mercados excepto no português), tem vindo a ser revelado através de imagens e teasers, num lento processo que a marca pretende que seja capaz de fazer disparar as expectativas. No entanto, talvez já cansado de tanta promessa adiada, o site Motor1 decidiu recorrer às maravilhas da tecnologia e fazer incidir a luz sobre um modelo constantemente apresentado na sombra. Et voilà: eis o rival sul-coreano de propostas como o Nissan Juke, já sem disfarces ou planos escuros que o escondam!

Depois de já ter sido apanhado, em fotos não oficiais, durante a sessão fotográfica a que foi submetido em Lisboa, embora então ainda com os responsáveis da marca a tentarem disfarçar os logótipos, a verdade é que a imprensa internacional entendeu que já ia sendo hora de conhecer o Kona – Kauai será só para os portugueses – sem artifícios.

Assim, e num modelo que mantém o já conhecido laranja vivo como cor exterior, é possível confirmar a estética irreverente que certamente marcará a paisagem automobilística, rivalizando, pelo menos nesse aspecto, com o popular Nissan Juke, a que acrescenta depois pormenores como a grelha em cascata importada do i30, ou os faróis dianteiros divididos, entre a iluminação frontal propriamente dita e as luzes diurnas de presença.

Não abdicando das tradicionais protecções em plástico de que qualquer crossover se orgulha, o Kauai será também o primeiro Hyundai a exibir um head-up display de 8”, colocado no ângulo de visão do condutor e com uma iluminação de 10 mil pontos por m2. Algo que, garante o fabricante, é inigualável no segmento.