Morreu esta sexta-feira aos 94 anos o icónico surfista Jack O’Neill, fundador da marca O’Neill e considerado por muitos um dos inventores do wetsuit, o fato usado atualmente pelos praticantes da modalidade.

De acordo com um comunicado da família do surfista, O’Neill morreu de causas naturais na sexta-feira na sua casa em Santa Cruz, na Califórnia. Nos últimos anos, o surfista dedicava-se a causas ambientais, designamente à proteção da costa californiana.

Conhecido por usar uma pala sobre o olho esquerdo, que perdeu num acidente enquanto praticava surf nos anos 70, O’Neill criou o fato de neoprene no início da década de 50, quando se mudou para San Francisco com a sua mulher, escreve o diário britânico The Guardian.

Deparando-se com o mar frio do norte da Califórnia, O’Neill experimentou diversos materiais para construir um fato que lhe permitisse enfrentar as baixas temperaturas da água, e acabou por produzir o primeiro fato de neoprene, detalha o mesmo jornal.

Na altura, poucos ficaram convencidos com a invenção de O’Neill. “Todos os meus amigos me disseram: ‘O’Neill, vais vender isso a cinco amigos na praia e depois ficas sem negócio”, contou o surfista anos mais tarde, segundo a família.

No entanto, O’Neill conseguiu abriu a sua primeira loja de sucesso em San Francisco. Viria a abrir a segunda loja em Santa Cruz, quando para lá se mudou em 1959, e a marca O’Neill tornou-se rapidamente na mais importante produtora de fatos de surf do mundo.

Mas o projeto que viria a considerar mais importante na sua vida só chegaria já no final da década de 90, quando o surfista fundou o O’Neill Sea Odyssey, um programa educativo que permitiu a mais de 100 mil crianças aprender sobre a proteção dos recursos marinhos enquanto viajavam no seu catamarã pessoal, o Team O’Neill.

O site da marca O’Neill converteu-se este sábado num mural de homenagem ao fundador: